IMG_4685-(2)

Maior parque solar da América Latina começa a ser construido no Ceará

Um novo desafio mobiliza a equipe Energia Zero Brasil. 

O maior parque solar fotovoltaico privado da América Latina, já começou a ser estruturado para o grupo Telles – Agropaulo, no Ceará. O grupo, com forte atuação no mercado regional, está presente em diversas áreas, incluindo água mineral, etanol, pecuária, agricultura, medicamentos, embalagens de papelão e entretenimento.

Após longa negociação com Grupo Telles, na qual sua engenharia visitou um projeto industrial de 475 KWp ( conectado no final de março / 2015 ) da Energia Zero Brasil no RN e verificou in loco o padrão de excelência dos projetos fotovoltaicos, Energia Zero Brasil foi escolhida para fornecimento completo da maior usina solar fotovoltáica ( 3 MWp ) privada da América Latina. Serão utilizados painéis Monocristalinos da SunEdison, que também fará toda assessoria técnica junto à engenharia da Energia Zero Brasil garantindo a máxima eficiência do projeto ao longo de toda sua vida útil. A instalação ficará a cargo da Energia Zero Brasil que receberá conferência da SunEdison no Comissionamento e conexão do sistema. O escritório e equipe local da Energia Zero Brasil no Ceará, juntamente com cliente, ficará a cargo da manutenção e operação do sistema ao longo dos anos. ”

Everardo Teles, líder do Grupo Telles, celebrou ontem contrato com a empresa norte-americana Sun Edison para a imediata construção do maior parque de energia solar fotovoltaica da América Latina. Ele terá potência de 3 MW. O valor do contrato não foi revelado. O parque começará a ser construído no próximo mês de julho em Pindoretama, em uma área de quatro hectares pertencente ao Grupo Teles. A previsão é de que em um ano ele entrará em operação. Na concepção do projeto e na elaboração do contrato, o Grupo Teles teve consultoria alemã da Wolfrudiger Gerding e da Jordieter Anhalt, citadas entre as melhores do mundo na área. O parque solar do Grupo Teles terá 9.223 painéis solares que se aporão em estruturas metálicas fincadas no solo.

Fonte: Egídio Serpa

 

Foram necessárias 20 carretas para o transporte das placas. A limpeza do terreno de 6 hectares foi concluída e o projeto agora está em fase de topografia e geologia.

 

IMG_4685-(3)

Limpeza do terreno

 

A  usina solar deve iniciar as atividades nos primeiros meses de 2016. A produção esperada para o primeiro ano de operação do parque é de 5.1 GWh ( ou 5.100 MWh). Essa quantidade de energia seria capaz de abastecer 2.000 residências ( unidades com consumo médio anual de 2,5MWh)

A supervisão do projeto executivo será feita pelos engenheiros Alfonso Muñoz, Fabian Gonzalez e Manoel Andrade,  da  equipe SunEdison LatAm, com mais de 500 MW de projetos fotovoltaicos executados. Além disso, Ricardo Furtado e Nagib Guerra, dois engenheiros integrantes da equipe Energia Zero Brasil, foram enviados ao Atacama e a Santiago, no Chile,  para verificar in loco a  execução de grandes projetos e ajudar na concepção dos projetos executivos da Agropaulo.  Dessa forma, a Sun Edison e a  Energia Zero Brasil garantem o elevado rigor e expertise técnico na realização de cada projeto.

 

IMG_4685-(2)

Equipe de engenharia da Sun Edison e Energia Zero Brasil, no Chile.