img5

Estacionamento solar no nordeste supera o da UFRJ

A Sterbom, empresa de sorvetes e água mineral do Rio Grande do Norte, inaugurou o sistema no início de 2015 e supera os números apresentados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

foto_sterbom

Painéis solares em fábrica de sorvete cobrem área de 1.884 m²

Recentemente publicamos aqui no blog um projeto da UFRJ como sendo o “maior estacionamento solar do Brasil”, porém um projeto semelhante no Rio Grande do Norte supera a economia de R$ 63 mil reais/ano e os números totais da instituição carioca. De fato, o maior estacionamento solar está localizado em uma fábrica de sorvete e água mineral chamada SterBom, instalada no Distrito Industrial de Parnamirim.

São 1.134 painéis solares (contra 414 da UFRJ) que cobrem uma área de 1.884 m² (contra 651m² da universidade carioca). No total, o estacionamento tem a capacidade de gerar 475.2 Kwp e pode abrigar até 150 veículos (na UFRJ são 65), ou seja, mais do que o dobro da instituição federal de ensino localizada no Rio de Janeiro. Além do estacionamento, ainda há outra área na empresa que também utiliza a mesma técnica de captação da energia solar, o que aumenta o número total de painéis solares para 1.728 e de metros quadrados cobertos para 2.871. O investimento divulgado foi de cerca de R$ 3 milhões.

“No meu segmento, a energia tem um custo muito alto. O que nos preocupa é que a energia está subindo cada vez mais e é um gasto que não se esgota em quase nenhuma empresa”, afirmou proprietário da empresa, Antônio Leite. Ele também divulgou que o custo mensal com eletricidade chega a quase R$ 120 mil, um valor que só fica atrás da folha de pagamento dos funcionários.

 

Fonte: Pensamento Verde

foto 3

Construtora é premiada após aderir ao sistema fotovoltaico

Edifício Barão José Miguel é agraciado com o prêmio Ademi/Algás de Eficiência Energética 

Ocorreu no dia 18/10, o Prêmio Master Ademi 2013. O evento foi realizado no Centro de Convenções e pela 16ª vez contou com a participação dos melhores da construção civil de Alagoas, que se encontraram para celebrar e homenagear os destaques da categoria no ano vigente. 

O Edifício Barão José Miguel, da Sólida Engenharia, recebeu o prêmio Ademi/Algás de Eficiência Energética, comprovando o diferencial do empreendimento. 

foto 2Segundo o Engenheiro responsável da obra, Marco Antônio Rodrigues, a priorização pela realização de um estudo de eficiência energética do projeto arquitetônico definindo desde as especificações de revestimentos de fachada até as condições de iluminação e ventilaç
ão naturais com o objetivo de obter uma economia de energia como também a utilização de motores de alto rendimento, sistema solar de aquecimento de água com apoio à gás natural e sistema de geração de energia elétrica para as áreas comuns através da utilização de painéis fotovoltáicos foram fatores importantes na avaliação do empreendimento. 


O EVENTO 

Referência no segmento da construção civil, o Prêmio Máster Ademi 2013 reuniu empresários, autoridades e convidados especiais. A 16º edição teve como um dos destaques o Prêmio AdemiI-AL/Algás de Eficiência Energética, que serviu de incentivo para que os novos empreendimentos sejam construídos também com foco econômico. 

Distribuídos em 16 categorias os vencedores se destacaram pela construção, arquitetura, inovações tecnológicas, segurança jurídica e relação com o meio ambiente. O Prêmio Máster Ademi 2013 foi entregue ao empreendimento Ana Lidya, da empresa V2 Construções, por atingir o maior número de pontuação entre as c ategorias. 

FONTE: Construtora Sólida